Crash Bandicoot™ 4: It's About Time — Prévia do jogo

O Activision Games Blog percorre três fases — duas experiências de bandicoots e uma fase de Neo Cortex numa linha do tempo alternativa — para dar uma ideia do que o lançamento trará.

Crash Bandicoot™ 4: It's About Time — Prévia do jogo

O Activision Games Blog percorre três fases — duas experiências de bandicoots e uma fase de Neo Cortex numa linha do tempo alternativa — para dar uma ideia do que o lançamento trará.

Crash Bandicoot™ 4: It's About Time chegará em 2 de outubro de 2020 no PlayStation® 4, PlayStation® 4 Pro e na família de dispositivos Xbox One da Microsoft, incluindo o Xbox One X.   

É mais que real, é marsupial: Crash está de volta, e já estava na hora. Mais especificamente, nosso bandicoot chegou com seus amigos para proteger o contínuo do espaço-tempo pelo multiverso!

Nova mecânica bem na tela de menu

Antes de entrar em uma das três fases, o menu principal permite escolher entre os modos Moderno e Retrô.

Como explicamos no blog de revelação, It's About Time permite a escolha de uma configuração pequena, mas importante: vidas, ou mais especificamente, a limitação delas.

Jogar no modo Moderno proporciona uma experiência fluida em que você pode repetir a fase até concluí-la.

Quem curte os "velhos tempos" dos jogos de plataforma pode escolher o modo Retrô, que limita as vidas. Se perder vidas demais, é fim de jogo.

De qualquer maneira, o jogo ainda contará as mortes, cada uma das punições estrambóticas e caricaturais ao nosso amado bandicoot (e aos malignos vilões também). Assim, seja qual for o modo escolhido, tente não morrer muito!

Ficando frio em Inevetável

A primeira experiência desta prévia é Inevetável, ambientada na 11ª Dimensão, por volta de 1954. Durante a demonstração, esta fase ensina mecânicas básicas do jogo. Você aprende a se mover, pular, girar e se jogar antes de entrar em perigo de verdade.

Outra mecânica ensinada no início da fase envolve uma Máscara Quântica conhecida como Kupuna-Wa, a Máscara do Tempo, que, ao ser ativada, desacelera o tempo de tudo, exceto do Crash. Novamente, como o movimento, os saltos e os giros, é um momento de prática rápido e opcional antes do verdadeiro desafio:

Surgem diante do nosso bandicoot uma caixa com ponto de exclamação ("!") e quatro vazias. Se a caixa "!" for atingida, as quatro vazias se transformam em caixas reais só por um segundo. Ative a Kupuna-Wa para aumentar esse tempo e veja se o bandicoot consegue destruir essas quatro caixas a tempo para conseguir as suculentas Frutas de Wumpa que estão dentro.

Os elementos vistos nos jogos anteriores de Crash estão todos aqui. Você encontrará plataformas temporárias, caixas de TNT e de Nitro, inimigos que destroem bandicoots das formas mais malucas possíveis, e muitas Frutas de Wumpa a coletar e caixas a quebrar, tanto na rota principal quanto na Rota Bônus.

No meio da fase, a história continua: Crash e Coco encontraram o nefasto Doutor Neo Cortex em sua vila de pescadores congelados zumbis. Infelizmente, ele teve tempo suficiente para colocar muitos explosivos na nave... Embora ele não tenha se programado corretamente, ao menos enviou pedaços de gelo que descem em cascata, dificultando mais as vidas desses bandicoots.

Assim, nossos heróis continuam a pular, girar e se jogar em plataformas como nunca, usando também os poderes da Kupuna-Wa para desacelerar os ataques inimigos ou derrubando plataformas de gelo para avançar em segurança.

Dino Dash com Crash (e Coco!)

Continuamos a história agora com nossos heróis numa dimensão milhões de anos no passado, na época dos dinossauros.

Esta fase representa outro aspecto emblemático da experiência de Crash: sequências de perseguição. No começo, nosso bandicoot salta pela Era Jurássica, pulando inofensivamente em herbívoros mansos que estão almoçando, e conhece Lani-Loli, uma outra Máscara Quântica que transporta sob seu comando plataformas, obstáculos e caixas para fora e para dentro da dimensão atual.

Após uma enrascada nos cipós, nosso bandicoot chega a um ponto de controle, quebra uma parede de ossos, colhe alegremente umas Frutas de Wumpa... e cai na emboscada de um Tiranossauro Rex!

A perseguição está a pleno vapor, e os jogadores terão que correr rapidamente ladeira abaixo, evitando armadilhas e cogumelos que desaceleram seu movimento. Então, quando tudo parece perdido, caem rochas que impedem o perigoso predador de apreciar uma iguaria laranja e carnívora com um toque de calça e tênis.

Após a perseguição, nosso bandicoot dá de ombros e reflete momentaneamente sobre quem poderia ter causado isso: amigo ou inimigo? Então, ele avança em direção a um vulcão ativo e mais duas sequências de perseguição até a chegada.

Dá pra jogar como Neo Cortex? Cortex essa!

Finalizamos esta prévia com Inevetável, desta vez da "Linha do Tempo do Cortex". Afinal, em It's About Time, exploramos perspectivas alternativas. Neste exemplo, a perspectiva é de ninguém mais, ninguém menos que o vilanesco Neo Cortex, o eterno arqui-inimigo de Crash e Coco.

Lembra a nave Inevetável que o Neo Cortex explodiu?  Essa versão da fase é uma "rota de linha do tempo alternativa", semelhante às fases secretas nos jogos anteriores de Crash. Objetivamente, é um pouco mais difícil que as fases normais, e permite a você reviver como os planos do doutor deram errado, levando à explosão da nave. Após concluir essa rota, você recupera o controle de Crash e Coco e joga a segunda metade da fase principal, porém com caixas em posições diferentes para aumentar a dificuldade.

Mecanicamente, N. Cortex é diferente dos nossos bandicoots; em vez de pulo duplo, ele pode transformar os inimigos em plataformas ou cubos gelatinosos para quicar.Ele também pode correr no chão ou no ar para atravessar abismos com quedas mortais. E, no estilo maluco do jogo, ao morrer ele se transforma num demônio — e não num anjo, como o Crash.

Se for capaz de dominar esse estilo de jogo peculiar em uma fase difícil, você poderá ver como ele errou o momento da explosão e ganhar grandes quantidades de Fruta de Wumpa para suas reservas.

As duas fases incluem estilos de arte novos, mas familiares, que mergulham de cabeça no estilo da época. A Toys for Bob deu vida aos ambientes, mantendo intacto o espírito extravagante de Crash.

É tudo muito lindo, mas admirar o cenário por tempo demais fará o nosso bandicoot agir naturalmente: ele se alonga, eriça os pelos ou tira uma selfie com o smartphone.

Como bandicoots fazem na natureza, sabe?

Reservas já disponíveis

Acha que já estava na hora de jogar essa nova experiência de Crash Bandicoot?

Crash Bandicoot 4: It's About Time estará disponível com o preço de venda sugerido nos EUA de US$ 59,99 em 2 de outubro de 2020.

Se você adquirir a versão digital, ganhará os visuais Cores Descoladas (disponíveis no lançamento), que dará a Crash e Coco um look digno de suas origens radicais.

Se você acha que já estava na hora de uma nova aventura de Crash, reserve o jogo agora mesmo em www.crashbandicoot.com/crash4 Se você precisa assistir ao trailer de anúncio, isso aqui vai te convencer:

Para mais informações sobre a série Crash Bandicoot™visite www.crashbandicoot.com e siga @CrashBandicoot no InstagramTwitter e Facebook, além da desenvolvedora Toys for Bob no Twitter e Instagram.